Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

GENTE PENSANTE 
GENTE PENSANTE

       Bié Barbosa

GENTE PENSANTE 
BIÉ BARBOSA, jornalista e publicitário (UFMG), nascido em Pará de Minas em 22/11/53, é casado com Maíza Lage com quem tem 4 filhos. SEU LEMA: “O SENHOR É MEU PASTOR, NADA ME FALTARÁ”!


COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE e FRANÇA; * BANCAS: MARIA JOSÉ (EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também a crônica deste mesmo colunista da edição 1890 abaixo: 

POR QUE CERTAS PESSOAS SÃO CONSIDERADAS TÃO CHATAS?

A estória de hoje - ou seria história? - começa com uma pergunta:

- Você conhece alguém chato(a)? Conhecendo ou não, mas é bem provável que você conheça, seria capaz de definir como ela costuma agir, para um dia ser considerada como uma pessoa, realmente, chata? Acho que você, como eu, teria certa dificuldade, não é mesmo? Hoje, porém, me dei ao trabalho de tentar definir as ações que, normalmente, leva uma pessoa a se transformar em chata. Vê se você concorda:

* Uma das principais características do(a) chato(a) é se achar o dono da verdade. Quando emite uma opinião, raramente quer ouvir opiniões diferentes das suas. Assim sendo, costuma dizer frases típicas dos ditadores, como:  Eu proíbo você! Ou: Se fizer isso, você vai se arrepender! Ou ainda: Estou te avisando! Faço tudo como manda a lei e não tem essa de jeitinho brasileiro comigo não... Você pode tentar explicar, dar outra forma de entendimento para algum caso, mas não adianta, porque ele(a) grita para não ouvir a sua opinião e, realmente, não ouve ninguém.

* Outra característica do(a) chato(a) é que ele(a) nunca percebe a sua própria chatice e como ele(a). definitivamente, não ouve dezenas de pessoas pedindo pra ele(a) parar de ser chato(a), porque ele(a) não nuca se acha intolerante. Pior que isso: na verdade, ele(a) acha que é apenas uma brincadeira das pessoas, já que ele(a) se acha o Rei ou a Rainha da Cocada Preta. 

* Geralmente, o(a) chato é também uma pessoa inconstante, uma vez que o seu humor oscila, quase que constantemente. Há horas em que está exageradamente alegre e festivo, mas em outras, fica, repentinamente, irritado e até agressivo, inclusive por pequenas coisas.

* Ter um chato ou chata como chefe, então, é uma das coisas mais difíceis do mundo, porque ninguém consegue convencê-lo(la) que ele(a) é uma pessoa insuportável, dessas de provocar azia até em caixa de bicabornato. E pode tentar enfrentá-lo(la), gritando também e até pedindo demissão, porque você nunca terá êxito. Afinal, uma(a) chato(a), no ambiente de trabalho, é daquelas pessoas que metade da cidade sabe de sua fama e todos que vão trabalhar com ele(a) são alertados, com bastante antecedência: Você vai trabalhar lá? Coitado(a)! E se o(a) futuro(a) funcionário(a) perguntar porque motivo você está dizendo isso, costuma ouvir coisas assim: Dizem que ele(a) é dificílimo(a)! Trata os funcionários(as) como se fossem verdadeiros cachorros! Não tem a mínima educação! Etc...

* Por outro lado, o chato, cada vez que viva mais uma dessas suas dificuldades de relacionamento, costuma se arrepender e até chorar pelas coisas que, quase que diariamente, faz acontecer, por onde quer que ande.

* E, apesar de tudo, não há como negar também que o(a) chato(a) costuma ser muito eficiente em tudo que faz. Talvez, por ser assim, tão perfeccionista, é que ele(a) acaba tornando-se uma pessoa tão chata, já que as pessoas, em geral, não buscam a perfeição, como ele(a), naquilo que faz.

E você, teria uma explicação diferente dessas, para definir melhor uma pessoa chata?

UMA BOA LEITURA!


O editor GP escreve mais uma crônica: Por que crianças e velhos recebem tão pouca atenção das pessoas?


Mais da Gazeta