Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Colunista

DEPOIS DO GRANDE ALCANCE DO 33º GARRA ONLINE, EXPLODE A ALEGRIA DO 34º GARRA PRESENCIAL
Pensando na valorização do trabalho de um profissional, nasceu em Pará de Minas, em 1987, o evento Garra Profissional, criado pelo jornal Gazeta pará-minense. Para evidenciar o valor dos melhores profissionais da cidade, anualmente 18 troféus do leitor prateado são entregues em grande noite, ao estilo do Oscar Americano. Hoje, é a maior e mais respeitada premiação da cidade, realizada, para uma platéia mínima de 500 pessoas formadoras de opinião. Para não perder a credibilidade, não há envolvimento de dinheiro e o ingresso para participar desse grande evento é simplesmente um quilo de alimento não-perecível. O montante arrecadado (em torno de 500kg) é totalmente repassado, na mesma noite, a uma das entidades filantrópicas da cidade, em forma de rodízio anual.

QUEM LEVOU AS 18 ESTATUETAS DO LEITOR PRATEADO PRA CASA?No dia 26 de março, sábado, o GP Jornal realizou o sempre esperado, há 34 anos, evento Garra Profissional, no maravilhoso auditório da Câmara Municipal de Pará de Minas, quando foram revelados os resultados do Oscar Patafufo, homenageando os noventa Melhores Profissionais de Pará de Minas, em 2021, e premiando dezoito deles com a disputada estatueta do Leitor Prateado. * O ingresso para participar desse grandioso evento é apenas 1KG de alimento não perecível, quando centenas de quilos foram doados para o Patronato Salesiano, na mesma noite. * Na entrada, o CORAL LISBOA cantou e encantou a todos, durante 30 minutos. Trata-se de um projeto social formado por crianças e adolescentes, sob regência musical de Ana Paula Carvalho e coordenação pastoral de Janete Medeiros. * Às 20H em ponto, o jornalista Bié Barbosa deu início a esse consagrado evento GP, com os dois auditórios da câmara ocupados. Ele saudou a todos, não deixando de falar da guerra da Rússia contra a Ucrânia, bem como da vitória de todos sobre pandemia do coronavírus. * A condução deste tradicional evento ficou novamente a cargo da a apresentadora oficial do GGP - Garoto e Garota Phytness, ANA SOUSA e do jornalista GABRIEL CAPANEMA, diretor-proprietário da Rádio Amigos FM de Papagaio/MG e jornalista do programa Flash Minas, da Tv. Alterosa.

INTERVENÇÕES - A 1ª intervenção artística se deu com a apresentação do GRUPO DE DANÇA CHEGAR POÉTICO, criado em 2015, sob direção de Isabel Faria, da Escola de Teatro Iluminartt. Seu objetivo é levar alegria, beleza, arte, leveza, música e poesia aos quatro cantos desta cidade e região. O lindo número apresentado teve direção de Arimatéia Rosa, direção musical de Clara Mendes, coreografia de Vanda Duarte, além dos músicos Arimatéia, Clara e Cleges Eustáquio. Participação dos atores/poetas Amélia Protásio, Arimatéia, Clara, Cleges, Cristina Almeida, Derlane Moreira, Eustáquio Silva, Inês Marinho, Luz Marina, Rosa Sandra Almeida e Vanda Duarte. * Mais adiante, aconteceu uma criativa interferência artística, que trouxe a bad influencer e proprietária de brechó, CIDA ASHLEY, incorporada pelo grande ator Rony Morais, acompanhado pelo GRUPO CRAZY FOR DANCE, composto por Amanda Jesus de Oliveira, Naiara Jesus de Oliveira, Maria Luiza Estevam Soares, Karla Alessandra Espíndola Pereira e Lucas Samuel Gonçalves. * Claro que não poderia também faltar o tradicional clipe de RÔMULO LEITE, preparado especialmente para o 34º Garra Profissional, em cima da música MINHA ALDEIA, de TAVINHO MOURA, que fez um contraponto entre os espigões da cidade e os prédios tombados pelo Patrimônio Histórico, frisando que progresso é diferente de desenvolvimento, já que o 1º fala de crescimento e o 2º, de evolução.

SEM ELES, NADA TERIA ACONTECIDO - A realização da 34ª edição do Garra Profissional só foi possível, graças ao patrocínio e apoio de 18 empresas solidárias. Confira em ordem alfabética quem são eles: ADVOGADO CLÁUDIO SILVA, ÁGUAS DE PARÁ DE MINAS, ASA VIAGENS TURISMO, ASCIPAM EMPRESARIAL, AUTO ESCOLA NACIONAL, BISPA DARTÁGNA CHIRDENH, BRINTEL, COLÉGIO APOGEU, COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA, DRA. VANESSA SILVEIRA ODONTOLOGIA E ESTÉTICA AVANÇADA, ELETROCAMP, FABRIKA MALL, MASSIMA CONTABILIDADE, PLENA ALIMENTOS, PRÓ-MÓVEIS, RÁDIO TOTAL FM, SIDERÚRGICA ALTEROSA e SUPERMERCADOS PANELÃO. * Isso, sem falar no apoio de: * AC Dècor * Ana Sousa, calígrafa Renata Clara, Câmara Municipal de Pará de Minas, Equipe GP, Evandro Silva, fotógrafa Letícia Nogueira, Gabriel Capanema, Luciana Pereira, Yolanda Caffaro e Rômulo Leite Filmes, além de todos já citados, anteriormente. E mais: os anunciantes no GP Jornal e na revista do evento, à Comissão Julgadora (os nomes dos 26 jurados foram divulgados na última página da revista e no próprio GP) e a todos que, de alguma forma, colaboraram para que o GP Jornal transformasse mais um sonho em realidade.

QUEM TEM MAIS GARRA?  - Neste grandioso evento GP, o profissional que fatura oito estatuetas vai para a honrosa galeria dos Hors Concours, não podendo mais concorrer à estatueta do Leitor Prateado. Até a presente data, são eles: * Osmar França; * Eduardo Barbosa * José Hermano de Oliveira Franco * Maria Assunção do Patrocínio/dona Fia * Myrtes Pereira * Osmano França * Osmar França e * Rony Morais. Fora eles, são esses os profissionais que mais levaram estatuetas do Leitor Prateado pra casa, até agora. Em ordem alfabética: * Agenor Carvalho (in memorian), * Inácio Fraco, * José Misael e * Sônia Naime, agora empatados com sete estatuetas cada. * Ângelo Caffaro e * Jurandyr de Faria Leitão também estão empatados com 6 cada.

A GAZETA NÃO ESCOLHE - Como sempre acontece, há trinta e quatro anos, os votos dados pela Comissão Julgadora deste ano, composta por vinte e seis isentos profissionais, ficam guardados na sede do jornal, durante os próximos doze meses, para possível checagem dos resultados, por parte de todos os indicados e concorrentes. Até o próximo ano, se assim nos for permitido!


Em noite muito bela, emocionante e concorrida, na câmara municipal, jornal presta homenagens a noventa profissionais que atuam na cidade, premiando dezoito deles, quando de cada cinco nomes, um era agraciado. Os mestres da cerimônia foram Gabriel Capanema e Ana Sousa

Galeria

Mais da Gazeta