Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias

800 cartas esperam por apadrinhamento de Natal

Já estão no Correios de Pará de Minas as cartinhas de alunos de escolas mais carentes da cidade, com pedidos de presente para este Natal. Quem quiser ajudar pode pegar a carta nos Correios, cadastrá-la e fazer uma criança feliz. A reportagem GP conversou com a gerente do Correios, Andréia Menezes. Veja.

“É uma campanha que a gente depende exclusivamente da população, para que ela aconteça, porque é a população que tira os sonhos do papel. Por isso, pedimos o apoio de todos. Este ano estamos trabalhando com quatro escolas: as escolas estaduais Governador Valadares e Cândida Alvarenga Mendonça (distrito de Carioca) e as municipais Professora Amélia Guimarães e Mércia Maria da Silva Chaves. São escolas indicadas pela secretaria de educação, porque são nelas que se encontram as crianças mais carentes,” ressalta Andréia.

QUANTAS CARTAS? - “É importante lembrar que não estamos mais trabalhando com cartas vindas da cidade, somente das escolas. O volume de cartas era muito grande e nós não tínhamos condições de trabalhar com tantas. Respondendo à sua pergunta, neste ano temos oitocentas cartas para serem apadrinhadas, com todas as espécies de pedidos. A cartinha que mais chamou a nossa atenção foi uma que só pediu a benção de Deus. Falou que as pessoas que moram na rua não têm muitas coisas e ela preferiu que o presente dela fosse doado a uma dessas pessoas...”

COMO APADRINHAR? - “Aqui na agência, nós temos uma caixa com várias cartas, sendo que a pessoa pode escolher a carta e se dirigir ao atendimento, sem precisar pegar senha. É importante não sair da agência sem cadastrar a carta, porque, senão, perdemos o controle de quais cartas foram realmente apadrinhadas. Precisamos do compromisso de todos! É importante que a embalagem do presente seja resistente, para não rasgar. Além disso, deve-se colar o número da carta (tem um número nela) do lado de fora do presente. Entregaremos os presentes na primeira semana de dezembro, diretamente nas escolas.”

Mais da Gazeta