Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias

Diante de inverdades da prefeitura, OSB recorre à câmara

Mais uma vez, o OSB - Observatório Social do Brasil local recorreu à câmara municipal, solicitando apoio no levantamento de informações, a respeito de uma obra que deveria ter sido concluída, há mais tempo. Trata-se da UBS - Unidade Básica de Saúde do distrito de Torneiros. A construção teve início em 2014, com prazo de finalização oito meses depois. No entanto, hoje, quatro anos depois, ela continua inacabada, devido às paralisações e aditivos contratuais. O OSB passou a acompanhar a situação mais de perto, há cerca de quatro meses, quando encaminhou ofício à secretaria de obras públicas solicitando informações. Em resposta, a prefeitura informou que, de fato, ocorreu uma paralisação em setembro de 2017, mas a retomada da obra aconteceu em 18 de agosto deste ano. Doze dias depois de receber tal informação, o OSB deslocou sua equipe até o local, onde foi comprovada inverdade, já que a situação continuava a mesma. Vizinhos chegaram, inclusive, a dizer que ninguém tem trabalhado no local, há um bom tempo. O OSB permaneceu com o monitoramento, quando constatou que, em setembro, foi feito um termo aditivo, prorrogando a obra pelo período de três meses. Diante do fato, a equipe fez nova visita a Torneiros, verificando novamente a inércia da situação. Ou seja, aparentemente finalizado, o prédio já tem iluminação, portas, janelas, pisos, água canalizada, placas, etc., mas ninguém tem trabalhado no local para a sua conclusão. Diante disso, o OSB solicitou providências dos vereadores, para que eles averiguem a situação rapidamente, esclarecendo os motivos que impedem a conclusão e quais os serviços faltam. Agora, aguarda tais informações.

Mais da Gazeta