Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias

CONTAMINAÇÃO DO RIO PARAOPEBA: Produtores rurais temem prejuízos

Nos últimos dias, vários produtores rurais procuraram o sindicato rural patronal, em busca de orientações e respostas sobre a verdade em relação à contaminação do rio Paraopeba, após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho/MG. Produtores de Florestal/MG, Juatuba/MG, São José da Varginha/MG e Pará de Minas, cadastrados no sindicato e possuidores de propriedades próximas ao rio temem ter prejuízos em suas plantações e criações de bovinos, suínos e aves. Diante disso, o sindicato, por meio da Faemg – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais fez uma reunião, com representantes do governo estadual, para saber quais providências serão tomadas para socorrer esses produtores. Após obter a resposta, o presidente do sindicato, Eugênio Diniz, tem explicado que o produtor deve, realmente, procurar essa entidade rural que o representa, a Polícia Ambiental, o Ima – Instituto Mineiro de Agropecuária e a Emater, para receber as devidas orientações. Enquanto isso, a Faemg se reuniu com representantes da Vale e cobrou soluções. A intenção é trazer os membros da mineradora a Pará de Minas, para ouvir os produtores. 

Mais da Gazeta