Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias

GRITO POPULAR
Entre outras queixas dos leitores GP leia: “Pessoa infectada continua transmitindo o vírus, após os 14 dias?”

VEJA NA EDIÇÃO 1810: NAS BANCAS DE 10/04 A 16/04. DEPOIS, SÓ NA GAZETA. Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

PRECONCEITO CONTRA O PADRE LIBÉRIO

“Vou usar a GAZETA também para fazer um desabafo. Queria entender por que as pessoas têm tanto preconceito com o bairro Padre Libério. Pedi um sanduíche em um trailler da cidade e quando falei o nome do meu bairro eles disseram que não fazem entrega aqui. Não sei o porquê disso, porque tem gente que não presta em qualquer bairro, se for esse o motivo do medo deles. Todo lugar do mundo têm pessoas ruins e pessoas boas também, que trabalham e dão duro como eu e que, quando dá, só quer comer um sanduíche em casa. Como eu não tenho condições de ir lá no Centro buscar, peço para entregarem. Isso é preconceito! É ou não é?”

ÁLCOOL EM GEL COM PREÇO EXORBITANTE? NÃO!!!

“Pessoal da GAZETA, queria dar uma dica aos pará-minenses, que estão desesperados atrás de álcool em gel. Não é necessário esse desespero todo para comprar esse produto com preços tão elevados. Deixem os vendedores safados com os seus álcool em gel com preços exorbitantes encalhados em suas prateleiras. Afinal, o  álcool é complementar nos cuidados com a higiene, mas não é o único. Para tanto, podemos usar água sanitária, hipoclorito e até álcool comum, sem precisar fortalecer esse mercado aproveitador.”

Mais da Gazeta