Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Coronavírus

BARES VOLTAM A FUNCIONAR

Na manhã do feriado de Corpus Christi, no dia 11 de junho, aconteceu uma reunião virtual do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus, que deliberou a flexibilização do funcionamento de bares. Assim como restaurantes e lanchonetes, os bares, pubs e congêneres terão de obedecer as normas de restrição às aglomerações, sendo a primeira delas o funcionamento limitado a 40% da capacidade do ambiente. Nessa fase inicial de retomada das atividades, os bares somente poderão funcionar de 6ª feira a domingo, das 17H30 às 23H30. Serão exigidos ainda o distanciamento mínimo de 2M entre as mesas e a demarcação no piso. A higienização reforçada do ambiente deverá ser permanente, assim como o uso de máscara de proteção facial e luvas para os funcionários. Os clientes que não estiverem consumindo bebidas ou alimentos também terão que usar a proteção. Já os parquinhos e espaços kids desses estabelecimentos não poderão receber crianças. Ao liberar a retomada das atividades, o comitê levou em consideração o conjunto de normas restritivas apresentado pela Fegapam - Frente Gastronômica de Pará de Minas. Segundo informou o procurador geral do município, Hernando Fernandes da Silva, o decreto terá vigência até 22 de junho e caso seja observada situação de maior risco na cidade, em relação à propagação do vírus, a flexibilização será retroagida.

Mais da Gazeta