Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Coronavírus

PARÁ DE MINAS NA ONDA AMARELA FAZ ACADEMIAS FECHAREM NOVAMENTE

A partir do dia 8 de agosto, sábado, por decisão do Comitê Extraordinário Covid-19 de Minas Gerais, Pará de Minas passa a fazer parte da Onda Amarela do plano Minas Consciente. Após a reformulação, o Minas Consciente passou a ter 3 três ondas: vermelha, amarela e verde. De acordo com o Estado, até o momento, nenhuma macrorregião mineira apresentou índices favoráveis para a inclusão na Onda Verde, que permite a abertura de clubes, cinemas e estúdios de piercings e tatuagens, entre outros serviços. Para avançar para a Onda Verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período. Portanto, a prefeitura fez um novo decreto 11.210/2020. A reportagem GP conversou com o procurador geral do município, Hernando Fernandes. Informe-se.

“Publicamos o decreto 11.210/2020 que está totalmente conforme as diretrizes do plano Minas Consciente. Pará de Minas está sendo notícia na imprensa nacional, devido ao trabalho conjunto de todos nós. A nossa saúde é modelo no Brasil, pois temos leitos, CTI e é preciso que todos possamos cada vez mais trabalharmos unidos, preocupando sempre com a vida e o outro. Precisamos fazer nossa parte para que continuemos saindo na frente. É importante frisar que a adesão de Pará de Minas ao Minas Consciente é para atender uma decisão judicial, pois não tínhamos opção, pois atender a Deliberação 17 ou Minas Consciente, é melhor para a população o Minas Consciente, que é mais adequado para nosso município, na Onda Amarela. Esse plano coloca as academias e as utilidades esportivas na Onda Verde, que é após a Onda Amarela, portanto, essas atividades não poderão funcionar enquanto não houver mudanças e alterações no plano Minas Consciente," afirma o procurador.

Mais da Gazeta