Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1930
Pará de Minas 12/08/2022


exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

MAIS UMA VEZ, SEÇÃO GRITO POPULAR MOSTRA SUA FORÇA

exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

OLINDA MARIA STAIN, 81
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Credibilidade e imparcialidade em jornalismo é com a GAZETA!”
GABRIEL JOSÉ BARBOSA PALOTTI, administrador e Garra Profissional 2021 no agronegócio

Notícias Prefeitura

PROCON ACOMPANHA EVOLUÇÃO DE PREÇOS EM ESTABELECIMENTOS DA CIDADE

Como já é de conhecimento geral, a imprensa tem noticiado o aumento nos preços dos itens que compõem a cesta básica, sobretudo, arroz, feijão, leite e óleo, em todas as regiões do país. Essas alterações têm como consequência fatores que influenciam toda a cadeia produtiva, e estão relacionados à pandemia do coronavírus, à situação de calamidade pública, à valorização do dólar, à sazonalidade da safra, ao aumento das exportações e ao crescimento da demanda interna. Fatores que fogem do controle dos donos de supermercados, mercados, padarias e congêneres de Pará de Minas. Vale lembrar que, de acordo com o que dispõe o art. 39, X do Código de Defesa do Consumidor, o que caracteriza a prática abusiva é o aumento, sem justa causa, do preço do produto com intenção de obter vantagem (lucro exagerado). O Procon tem acompanhado a evolução dos preços em diversos estabelecimentos da cidade e sugere aos consumidores que, até a normalização dos preços, que deem preferência a novas e diferentes marcas, pois, produtos como arroz, feijão, leite e óleo, sofrem variações de preços de acordo com a marca. Por exemplo, numa cotação de preços realizada pelo Procon, o preço do pacote de arroz tipo 1 de 5KG foi cotado por R$ 14,90 até R$ 26,80, de acordo com a marca. O Procon reafirma o seu compromisso com os consumidores e informa que as denúncias, reclamações e dúvidas podem ser encaminhadas para o email [email protected] ou pelos telefones (37) 3231-9292, (37) 3231-9226.

Mais da Gazeta