Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias Variadas

EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE É O NOVO PROVEDOR DO HNSC

Desde o dia 17 de setembro o HNSC – Hospital Nossa Senhora da Conceição tem um novo provedor: Paulo Duarte, ex-secretário de saúde, que também foi interventor do hospital por 7 meses. O vice-diretor financeiro, Vicente Mendonça, passa a ser o diretor financeiro da entidade. A reportagem GP conversou com Paulo. Veja.

“Diante Das 3 tentativas de conseguir fechar uma chapa para concorrer às eleições regulares da provedoria, o conselho superior tem deliberação e está previsto no estatuto da irmandade, de tomar uma decisão, uma atitude para que os serviços da irmandade não parem de funcionar. Como não tínhamos provedor e o conselho não consegue fazer essa representatividade, os serviços começam a ser comprometidos, as contas e recursos ficam bloqueados, pois sem assinatura do provedor e do diretor financeiro, toda esta empresa para a sua engrenagem. O conselho tem liberação e autonomia para fazer a nomeação de um provedor emergencial para resolver essa situação até que se possa convocar uma nova assembleia e aí sim lançar uma nova chapa.

COMO ACONTECEU? - “O conselho me fez um convite, pelos conselheiros Eduardo Leite e Sérgio Marinho, para que eu assumisse a provedoria num mandato até 31 de dezembro deste ano. Por ser irmão do hospital eu concordei e assumi como provedor. Será convocada uma assembleia onde todos os irmãos poderão aclamar o meu nome como provedor ou dizer não e indicar outro nome. A intenção é não bloquear os serviços que o hospital presta à comunidade, até que coloquem outro provedor ou validem meu nome como provedor até 31 de dezembro.”

E O FIM DA INTERVENÇÃO? - “O meu papel não tem nenhum cunho político, estou aqui como um irmão. A intervenção finaliza no dia 8 de novembro, mas nossa intenção é manter essa intervenção até 31 de dezembro. Tentaremos validar essa alternativa junto ao prefeito, pois estamos num fim de mandato e não é momento para se encerrar um processo tão complexo. O hospital hoje funciona em cima da intervenção, então não é momento de se fazer isso. Após as eleições a provedoria deve pensar num processo de transição, pensar numa nova chapa, discutir com a gestão qual será o papel dela e aí sim elaborar o que será a irmandade para 2021. A intervenção precisa ficar até 31 de dezembro, para que não mexamos no serviço que o hospital presta.”

Mais da Gazeta