Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Variadas

CUIDAR DO QUE É NOSSO, EM 1º LUGAR

A pedido da Associação dos Moradores do Bairro São Luiz, para que o público que frequenta a Praça Patrícia Pereira Diniz zele pelo espaço. A praça é nova e já sofreu diversos atos de vandalismos. O mais recente desses danos ocorreu no escorregador do parquinho, que foi interditado para evitar acidentes com as crianças. A reportagem GP conversou primeiro com Walter Klingspiegel um dos membros da entidade. Veja.

“Nós quase que imploramos para os frequentadores da praça, os vizinhos, que nos convidamos sempre que venham participar, venham se divertir, venham conhecer a nossa praça, mas que venham e conservem o que está feito. Deu tanto trabalho, tanto sacrifício, para quem patrocinou, e depois chegar e ver algumas pessoas estragarem tudo, não está certo. Pedimos-nos de coração para quem venha, mas ajudar a cuidar, e os frequentadores também do bairro, as mães e os pais, gostaria do empenho deles quando ver alguma coisa errada, chamar atenção, ajudar. Porque uma, duas ou três pessoas não da conta.”, ressalta Walter. A reportagem GP conversou também com a Gleice Avanny, que faz parte também da associação do Bairro São Luís, confira.

“A praça já foi pichada, as lixeiras, os bancos, inclusive a parte de cima dos bancos estão com as pontas quebradas, porque os ciclistas sobem em cima dos bancos, os skatistas também. Outro dia uma mãe veio me procurar, que uma criança foi quase atropelada por um ciclista. Então isso é triste, um espaço tão lindo, tão bonito, nos queremos que todos ajudem, recolhendo as fezes do seu animal, jogar o lixo na lixeira. Porque a praça é pública, e é de todos, e cabe a nos cuidarmos desse espaço, limpando, conservando, fazer sempre bonito esse espaço para a população de Pará de Minas!”, garante Gleice.

Mais da Gazeta