Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias

GRITO POPULAR
Entre outras queixas dos leitores GP leia: Primavera dá um show na cidade

VEJA NA EDIÇÃO 1841: NAS BANCAS DE 13/11 A 19/11. DEPOIS, SÓ NA GAZETA. Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

EXAME DE VISTA MAIS BARATO E MENOS ARRISCADO

“Há coisas que eu não entendo. Há anos, nós, pará-minenses, fazemos exames de vista pelo TFD - Tratamento Fora de Domicílio, só que Betim e Belo Horizonte. Se o nosso município adquirisse os equipamentos para o Consultório Oftalmológico ficaria bem mais barato para os cofres municipais e mais confortável, sem falar no risco que os pacientes correm de ficar sendo transportados pra lá e pra cá, na rodovia.”

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

“A prefeitura informa que a secretaria de saúde mantém consultório oftalmológico no Ame - Ambulatório Médico de Especialidades, no bairro Senador Valadares. Até pouco tempo, foram realizados vários mutirões de catarata em hospitais. Recentemente, a prefeitura contratou clínicas especializadas, a exemplo do Ceo - Centro de Excelência em Oftalmologia, para a realização dessas cirurgias, aqui mesmo em Pará de Minas. Assim, atualmente, os pacientes que fazem esses procedimentos, por exemplo, não precisam mais se deslocar para outras cidades para serem atendidos,” explica a assessoria.

Mais da Gazeta