Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1930
Pará de Minas 12/08/2022


exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

MAIS UMA VEZ, SEÇÃO GRITO POPULAR MOSTRA SUA FORÇA

exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

OLINDA MARIA STAIN, 81
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Credibilidade e imparcialidade em jornalismo é com a GAZETA!”
GABRIEL JOSÉ BARBOSA PALOTTI, administrador e Garra Profissional 2021 no agronegócio

Notícias

GRITO POPULAR
Entre outras queixas dos leitores GP leia: Ervas danificam fios elétricos?

VEJA NA EDIÇÃO 1844: NAS BANCAS DE 04/12 A 10/12. DEPOIS, SÓ NA GAZETA. Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

PONTO DE MAIS E BANCO DE MENOS?

“Eu estava esperando a lotação e fiquei analisando aquele e outros novos pontos de ônibus da avenida Presidente Vargas. Colocaram ali um banco de madeira pequeno, que cabem apenas 5 pessoas magras. Se for alguém mais gordinho, como eu, caberia apenas 3 e o resto que fique de pé. Pior que isso, o banco não ocupa toda a extensão do ponto. Aí, fiquei pensando: por que motivo não colocaram o banco do mesmo comprimento do ponto? Gostaria de ter, por meio da GAZETA, uma resposta.”

NOTA DA REDAÇÃO – Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

“A secretaria de desenvolvimento urbano esclarece que os bancos instalados nos pontos de ônibus da avenida Presidente Vargas foram projetados, considerando-se as dimensões da estrutura do abrigo, visando proporcionar segurança e conforto aos usuários do transporte coletivo. É importante ressaltar que os bancos não ocupam a totalidade da largura do abrigo, para que cadeirantes possam ficar sob proteção, enquanto aguardam as lotações. Cabe ainda destacar que eles são feitos de madeira de jatobá e equipados com tomada para duas entradas USB; seguem a proposta de revitalização da avenida, ampliando a funcionalidade dos abrigos,” esclarece a assessoria.

Mais da Gazeta