Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Coronavírus

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 DEVE COMEÇAR A PARTIR DO DIA 20

O prefeito Elias Diniz participou hoje, 5ª feira, 14, da reunião da Frente Nacional dos Prefeitos, com o ministro Pazuello, e também com o presidente da Frente, Jonas Donizete, sobre a questão da vacinação, onde teve oportunidade de fazer perguntas e esclarecer para os pará-minenses quais foram as definições. A reportagem GP conversou com Elias. Informe-se.

“Sabemos que todas as cidades a nível de Brasil precisam de caráter de urgência apresentar seu cronograma, seu plano de ação. Nosso plano de ação está pronto e com isso trabalha toda a estratégia envolvendo parte do município, quanto a nossas equipes, onde serão os pontos de vacinação, até mesmo algum drive thru para aquelas pessoas que não tem condição de se deslocar até o local, mas que pode ir de veículo. Questionamos ao Pazuello alguns procedimentos que envolve o número de vacinas que serão disponibilizadas e se o município poderia ou não adquirir essas vacinas. Dentro das tratativas por parte da União, nenhum município a nível nacional poderá adquirir estas vacinas. A distribuição será por parte do Governo Federal e isso será um procedimento onde a União estará distribuindo para as capitais, tomando todas as medidas em termo de logística, levando em consideração que nesse 1° momento já serão distribuídas as duas doses, sendo considerada a 1° dose começando já a partir do dia 20, caso não tenha nenhum contratempo com a Anvisa, pois isso ainda está sendo homologado. Não havendo nenhum atraso, a partir do dia 20 já começa a vacinação, em princípio nas capitais. Serão 8 milhões de vacinas, que estarão sendo disponibilizadas para janeiro. Em fevereiro 30 milhões, março 80 milhões e depois segue um outro procedimento, fechando 354 milhões de vacina para 2021. São necessárias duas doses, sendo que entre a 1ª e 2ª dose leva-se 3 semanas, como está estipulado pelo próprio Ministério. Queremos em caráter de urgência já começar todo o processo de humanização, disponibilizando não só a vacina, mas também a seringa. O que não está disponível e estamos providenciando é que a vacina necessita de temperaturas abaixo de 60, 70 graus, com isso alugamos freezers para que possamos mantê-la em estoque. E para aqueles locais onde envolve a questão da logística, os PSFs, nós mandaremos em caixas, com toda proteção térmica, para que possamos manter a vacina em plena e perfeitas condições, atendendo a população,” afirma o prefeito.

Mais da Gazeta