Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias

GRITO POPULAR


VEJA NA EDIÇÃO 1850: NAS BANCAS DE 22/01 A 28/01. DEPOIS, SÓ NA GAZETA. Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

SEMÁFOROS DA PONTE GRANDE NÃO AVISAM QUE VÃO MUDAR DE COR?

“Queria que vocês do GP Jornal perguntassem à secretaria de trânsito o porquê dos semáforos novos da Ponte Grande não estarem piscando mais para os pedestres. Muitas vezes, vejo ali algumas mães com crianças tentando atravessar a rua, quando o sinal de pedestre fecha, de uma vez só, sem dar aquelas piscadas que sinalizam que o semáforo vai abrir e que você precisa apertar o pé. E olha que há tempos que ele está assim. Parece bobo, mas acho que a prefeitura não pode deixar as coisas assim, a Deus dará! Tem de ter mais respeito para com os pedestres também.”

NOTA DA REDAÇÃO - * Contatada, veja o que disse o gerente de trânsito da prefeitura, Pedro Paulo Alves.

“Iremos arrumar, sim, esse semáforo, porém está faltando uma placa para ele voltar a funcionar, a qual ainda iremos comprar,” informa Pedro Paulo.

* A reportagem GP contatou também a Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Veja.

“A prefeitura, por meio do departamento de trânsito e transportes informa que, um estudo já vem sendo realizado junto à associação comercial, com o intuito de padronizar os horários afixados nas placas de estacionamento da região central da cidade,” ressalta a assessoria. 

“O MEU EXAME PCR NÃO DOEU”

“Pessoal da GAZETA, quero fazer um elogio ao pessoal do Hospital Padre Libério. Pode ser? Eu estava com sintomas gripais, que poderiam ser de covid-19, e, por isso, fui até a esse novo hospital, onde fui muito bem atendido(a), tanto pelas enfermeiras, quanto pelo médico. Aí, ele me receitou alguns remédios para tomar, sendo que a maioria, graças a Deus, tinha gratuito ali. Fora isso, tive que fazer o exame de coronavírus, o tal PCR - aquele do cotonete. Por falar nisso, muitas pessoas me falaram que doía muito, mas fiquei surpreso(a), porque o meu não doeu. Acho que a enfermeira foi tão delicada que eu senti, realmente, apenas um pequeno incômodo. A equipe desse hospital merece, portanto, os meus parabéns!”



Entre outras queixas dos leitores GP leia: Veadinho assustado na chuva

Mais da Gazeta