Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias Coronavírus

MINAS CONSCIENTE EM NOVA VERSÃO AUTORIZA FUNCIONAMENTO DE ATIVIDADES NÃO ESSENCIAIS


Ontem, 4ª feira, 27, o Comitê de Enfrentamento a Covid-19 do Estado de Minas Gerais se reuniu e fez mudanças no plano Minas Consciente. A partir de agora, todas as atividades vão poder funcionar nas cidades que aderiram ao programa, contemplando inclusive as que estão paradas desde o início da pandemia de covid-19. Os protocolos a serem adotados vão variar conforme a onda, que tem a vermelha como a mais restritiva. A reportagem GP conversou com o procurador geral do município, Hernando Fernandes. Acompanhe.

“Tivemos o lançamento da 3ª versão do plano Minas Consciente, que foi criada pelo Comitê do Estado. O comitê aprovou uma versão modernizada, com o objetivo de garantir a retomada segura da economia. Para quem não sabe, é importante lembrar que o plano Minas Consciente tem por objetivo a retomada das atividades com segurança. O município de Pará de Minas aderiu e faz parte do plano, sempre cumprindo as regras. O objetivo da mudança não é produzir e promover mais flexibilizações, mas sim fazer com que aquelas atividades que não estavam funcionando voltem a funcionar. Pará de Minas praticamente quase que 90% das atividades estão funcionando, pois desde o início o comitê do município vem realizando um trabalho com responsabilidade, compromisso e eficiência. O plano Minas Consciente na sua 3ª versão propõe um aperfeiçoamento, que vai dar condições que o plano possa atender a longo prazo. É importante lembrar que a partir da publicação desta 3ª versão, em todas as Ondas será permitido o funcionamento de inúmeras atividades que não eram permitidas antes, mas com restrições. Outro ponto muito importante é que a Onda Vermelha, que é mais restritiva, com essa nova versão do Minas Consciente, há uma mudança, pois a partir de agora há a possibilidade de funcionamento de algumas atividades, que antes não podiam funcionar, quando o município estava na Onda Vermelha. O caso de eventos, na Onda Vermelha, será permitido com a capacidade para 30 pessoas, desde que observado a distância de 3M linear e 10M² por pessoa. Já na Onda Amarela é 1M e meio de distância linear, 4M² por pessoa e capacidade máxima de 100 pessoas. Na Onda Verde: 250 pessoas, 1M e meio de distância linear e 4M² por pessoa,” esclarece Hernando.

ONDA AMARELA - “Vale lembrar que a macrorregião oeste a qual Pará de Minas faz parte foi declarada pelo Comitê do Estado na cor amarela. A microrregião ainda não sabemos. O Minas Consciente não trouxe informações sobre o retorno das aulas, mas o governo deixou claro que o comitê criou um grupo de trabalho para debater as possibilidades de retorno das aulas presenciais, um trabalho fora do Minas Consciente. Outra informação importante é que Minas Gerais declarou que não haverá dentro dos órgãos estaduais o ponto facultativo de carnaval.”


Mais da Gazeta