Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 37 - Nº 1900
Pará de Minas 13/01/2022


exclusivo

EDUCAÇÃO EM PAUTA

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

PATAFUFO BRILHA NA LISTA UNDER 30, DA REVISTA AMERICANA FORBES

exclusivo

VAI PARA MARAVILHAS O PRÊMIO DE R$ 50 MIL DA PROMOÇÃO COMPRA DA SORTE

exclusivo

“ETIQUETA DA GRIPE” É FUNDAMENTAL PARA EVITAR NOVOS CONTÁGIOS

exclusivo

QUEM FOI

JOÃO THEODORO ESTEVES?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Em meio a sinos e teares, o GP Jornal segue informando, há 38 anos, com exatidão e valorizando a cultura pará-minense!”
MARCOS FRANCISCO MARQUES, professor e diretor escolar

Gozacao Pura

“NÃO PERCA TEMPO BRIGANDO OU DISCUTINDO...”


Maquiadora e blogueira patafufa sensibilizou diversas pessoas da terrinha com 2 vídeos sobre a morte de seu pai por covid, que virilizaram nas redes sociais e euzinha - confesso - estou nessa lista. Ela lamenta que, apesar de tantas orações, Deus levou o pai dela, sem que ele pudesse realizar o sonho de conhecer a netinha que ela espera. Ele tinha apenas 51 anos e eles tinham acabado de conseguir uma vaga no CTI do HNSC - Hospital Nossa Senhora da Conceição. Em um dos vídeos postados no Instagram, ela fez uma montagem linda de fotos e vídeos, mostrando a alegria e o carinho que os 2 tinham, um pelo. No outro vídeo, transcrevo aqui, de maneira resumida, as palavras dela que partiram o meu coração. Veja:

- A vida da gente é um sopro! Meu pai sempre falava essa frase e eu sempre refletia muito sobre ela. Eu vivi cada momento com o meu pai, intensamente. Eu o amei, o respeitei, cuidei e zelei por ele, como ele também me ensinou. E hoje o meu coração ferve de amor e de lembranças boas. Não tenho lembranças ruins dele (...) e sou feliz por cada minuto, cada segundo em que eu estive ao lado dele (...). Ele também me ensinou a amar o próximo, sem esperar nada em troca (...). Não perca seu tempo brigando ou discutindo por coisas pequenas. Só ame, se doe, pois lá na frente você vai ver que valeu a pena! Sou muito grata a Deus pelo pai que Ele me deu (...).”

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR - Será que a gente consegue colocar em prática o importante ensinamento que essa filha exemplar está nos passando?

ATÉ BREVE! E DE LEVE...

(*) Colaborador que só escreve fake news (notícias falsas).


Mais da Gazeta