Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 37 - Nº 1900
Pará de Minas 13/01/2022


exclusivo

EDUCAÇÃO EM PAUTA

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

PATAFUFO BRILHA NA LISTA UNDER 30, DA REVISTA AMERICANA FORBES

exclusivo

VAI PARA MARAVILHAS O PRÊMIO DE R$ 50 MIL DA PROMOÇÃO COMPRA DA SORTE

exclusivo

“ETIQUETA DA GRIPE” É FUNDAMENTAL PARA EVITAR NOVOS CONTÁGIOS

exclusivo

QUEM FOI

JOÃO THEODORO ESTEVES?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Em meio a sinos e teares, o GP Jornal segue informando, há 38 anos, com exatidão e valorizando a cultura pará-minense!”
MARCOS FRANCISCO MARQUES, professor e diretor escolar

Gozacao Pura

GOZAÇÃO PURA: FESTANÇA EM SÍTIO, COM GENTE DA SAÚDE E ATÉ DA POLÍCIA

É cada uma que chega aos ouvidos de euzinha que até penso, às vezes, que você nem vai acreditar... A BOOOMBA de hoje envolve um dono de bar, frequentado por pessoas de variadas classes sociais e que, vira e mexe, se envolve em brigas e polêmicas. Pois bem, essa criança aniversariou, há algumas semanas, e, totalmente indiferente à terrível pandemia que tem matado até clientes dele, realizou a sua festa de aniversário em um sitio, em Limas de Igaratinga, lotado de pessoas, como cantores, blogueiros e até - acredite, se quiser - profissionais da saúde e policiais fardados... E digo mais: em plena 3ª feira, varando a noite, até a 4ª feira raiar. Claro que a insana atitude desse moço deu o que falar nas últimas semanas e não era pra menos, porque foi uma atitude de grande irresponsabilidade. Quem esteve lá ainda me confidenciou que rolou de tudo, viu? Pior de tudo: não houve nenhuma fiscalização e os policiais que estavam no local curtiram a festa, normalmente, mesmo estando ali a trabalho... É mole ou quer mais?

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR - Uai, se até mesmo o pessoal de policiamento passou a curtir a festança, quem irá tomar frente nesta Terrinha de Ninguém, para que essa pandemia acabe?

ATÉ BREVE! E DE LEVE...

Você não sabe quem sou eu, mas euzinha sei tudo sobre você!

(*) Colaborador que só escreve fake news (notícias falsas).

Mais da Gazeta