Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias Variadas

ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DEVOLVEM CERCA DE 29 BILHÕES DE LITROS DE ÁGUA LIMPA AO RIO PARAOPEBA 

O rio Paraopeba já recebeu cerca de 29 bilhões de litros de água limpa através das duas estações de tratamento instaladas pela Vale na região de Brumadinho, em 2019. A água tratada e limpa é devolvida ao rio e contribui para a recuperação da qualidade da bacia e sua biodiversidade. O recurso é devolvido, em média, cinco vezes mais límpido que o limite legal de cem NTUs estabelecido pelo Conama, conforme Resolução nº 357/2005. Em paralelo, o cercamento de propriedades elegíveis às margens do rio segue avançado. São quase 700 km de cercas instaladas ao longo da extensão do Paraopeba e em outras regiões da bacia. O objetivo da ação é evitar a pastagem e o consumo de água de animais às margens do rio. Ao mesmo tempo, a medida contribui para o crescimento e fortalecimento da mata ciliar na região, reforçando as ações de recuperação ambiental. Os moradores que transitam na região têm à vista orientações claras sobre as restrições do uso da água do rio Paraopeba no trecho impactado. A sinalização realizada pela empresa segue as orientações da SEE - MG -  Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais  e do Igam - Instituto Mineiro de Gestão das Águas.

ALIMENTAÇÃO PARA ANIMAIS DE CRIAÇÃO - Produtores rurais de dezesseis municípios da bacia do Paraopeba também já receberam mais de cem milhões de quilos de produtos para alimentação animal, como silagem de milho, feno e milho em grão. A iniciativa contribui para que os produtores impactados retomem o quanto antes suas rotinas. Além disso, a conclusão de ações definitivas avançou no primeiro semestre deste ano. Projetos de implantação de sistemas de abastecimento de água através de captações superficiais e subterrâneas contribuíram para disponibilizar mais de 6,2 bilhões de litros de água às comunidades atingidas. A Vale está implantando ainda sistemas de tratamento em toda a bacia para garantia de água de qualidade para os diversos usos, como consumo humano, irrigação e consumo animal.


Mais da Gazeta