Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias

GRITO POPULAR

COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE e FRANÇA; * BANCAS: MARIA JOSÉ (EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

“QUEM ERROU? A GAZETA OU A TVI?”

“O novo programa da TVI, anunciado pelo GP Jornal (coluna Galera Participante, edição GP 1883) divulgou que o gerente comercial da TVI, Renato Simões, tinha visitado o jornalista Bié Barbosa, na sede da GAZETA, para informar a ele, em 1ª mão, que um novo programa televisivo, chamado Jornal Integração 1ª Edição, entraria no ar, no dia 20 de setembro, exatamente no dia do aniversário de Pará de Minas, sob o comando da jornalista Mari Greco. Desde então, venho ligando esse canal de tv, na hora do almoço, para assistir esse novo jornal, mas até hoje não vi nada... Afinal, quem errou: a GAZETA, a TVI? (...)”

NOTA DA REDAÇÃO - * Segundo apurou a reportagem GP, na própria emissora, o que realmente aconteceu foi um adiamento da data de lançamento deste novo programa, por causa de imprevistos ocorridos. Entretanto, ele não será mais conduzido por Mari Greco. Por falar nisso, a presidência do conselho da Casa, antes comandada por essa jornalista, também está a cargo de uma nova pessoa, a artista plástica Lisianny Marinho, a quem toda a Equipe GP deseja sucesso.

A TEORIA E A PRÁTICA DA SAÚDE HUMANIZADA”

“Gostaria que a GAZETA publicasse sobre a minha indignação, em relação ao serviço de farmácia, nos postos de saúde dos bairros Walter Martins e Seringueiras, onde só há um funcionário, para atender as duas farmácias. Agora, pasmem e acreditem se quiser: quando o funcionário entra de férias, as duas farmácias ficam fechadas. Estou falando, não só em meu nome, mas de todas essas duas populações desses bairros carentes, onde muitos dependem, exclusivamente, desse recurso. Diante disso, constatei que a tão propagada saúde humanizada de Pará de Minas é uma frase muito bonita na teoria. Só que na prática não é o que temos visto e vivido...”

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

“A prefeitura, por meio da secretaria de saúde, informa que recebeu essa mesma queixa no mês de julho (por outra via), quando o farmacêutico responsável pelas U B S - Unidades Básicas de Saúde tinha saído de férias. À época, foi a requisição de um profissional ferista e o processo já estava em andamento. Atualmente, a situação está resolvida, uma vez que uma farmacêutica já vem fazendo a cobertura em unidades, quando o profissional responsável sai de férias,” ressalta a assessoria,” explica a assessoria. 

* A reportagem GP esclarece que essa queixa, realmente, demorou a ser veiculada, por causa do acúmulo de notas que, às vezes, acontece nesta popular seção. Pede-se desculpa.



Entre outras queixas dos leitores GP leia: “Barraco e gritaria na câmara municipal?”


Mais da Gazeta