Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Variadas

GOVERNO EMPENHA VERBA EXTRA DE R$ 50 MILHÕES PARA POLÍCIAS MILITAR, CIVIL E CORPO DE BOMBEIROS DE MINAS

O governo federal empenhou verba extra de R$ 50 milhões, recursos que serão repassados para as polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Com o empenho, o dinheiro está garantido ainda no orçamento de 2021 e em breve será liberado. O recurso foi conseguido por intermédio do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e pelo futuro senador Alexandre Silveira (PSD), que assumirá em breve a cadeira de Antonio Anastasia, cujo nome foi aprovado para integrar o Tribunal de Contas da União (TCU). “O dinheiro será usado para o fortalecimento do sistema de inteligência e enfrentamento da criminalidade no Estado”, explicou Silveira, que é também delegado de carreira da Polícia Civil de Minas Gerais. Do montante, R$ 20 milhões serão destinados para a Polícia Militar, outros R$ 20 milhões para a Polícia Civil e os outros R$ 10 milhões ficarão com o Corpo de Bombeiros. Embora tenha assinalado que Minas Gerais tem as melhores forças de segurança do país, Alexandre Silveira observou que as polícias do Estado precisam de mais recursos para investir em material humano, melhores condições de trabalho e na qualificação de sua força de trabalho. “Cada reforço que é levado do ponto de vista orçamentário permite ao governo do Estado fortalecer as ações fins, através da compra de equipamentos, viaturas, mas também investir no material humano, o que contribui para a melhoria da qualidade dos serviços, o que beneficia diretamente a população de Minas Gerais”, acrescentou Silveira.


Mais da Gazeta