Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias Prefeitura

AUMENTA O NÚMERO DE CASOS DE DENGUE

A Vigilância Ambiental de Pará de Minas alerta para o aumento dos casos de dengue na cidade e pede o apoio da população para identificar criadouros do mosquito. A reportagem GP conversou com o chefe da Vigilância Ambiental, Adaílton Moreira. Leia.

“Estamos muito preocupados com esse aumento de casos devido as últimas chuvas, por isso pedimos a colaboração de toda a população para dobrar a atenção e eliminar a água parada que estiver no seu quintal, lavar as vasilhas e bebedouro de animais e tampar as caixas d’água. Identificamos, principalmente, no bairro Santos Dumont um elevado número de caixas d’água destampada. A fiscalização está trabalhando muito para fazer essas notificações. Temos que trabalhar em equipe para eliminarmos a possibilidade de um novo surto de dengue na cidade”, revela Adaílton.

TRABALHO DE BLOQUEIO - “Recentemente os casos de suspeita de dengue subiram muito. E toda vez que recebemos um caso assim, a equipe vai até a rua e faz um trabalho de bloqueio em um raio de 300M com a equipe de agentes de endemias para que a doença não se espalhe”


O chefe da Vigilância Ambiental, Adaílton Moreira: “Identificamos, principalmente, no bairro Santos Dumont um elevado número de caixas d’água destampada”


Mais da Gazeta