Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1923
Pará de Minas 24/06/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

ATÉ AQUI,FATALIDADE ASSIM SÓ ERA VISTA NO FILME PREMONIÇÃO

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

VERA LÚCIA SENA VALADARES
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal é informação e entretenimento, com qualidade e confiabilidade!”
VINÍCIUS PEREIRA DOURADO, médico cardiologista

Notícias

GRITO POPULAR

COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE (São Luiz) e FRANÇA (rua Direita); * BANCAS: MARIA JOSÉ (em frente à EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

O QUE ESSAS CHUVAS ESTÃO MOSTRANDO PRA GENTE?

“Quero fazer um grito, com a intenção de levar as pessoas a refletirem. Nesses últimos dias, quando tivemos tantos problemas com essas chuvas todas, em Pará de Minas, pude ver que existem muitas pessoas boas, realmente de bom coração, nesta cidade. Elas realmente estavam preocupadas em ajudar o outro, recolhendo alimentos ou o que fosse preciso, para diminuir um pouco o sofrimento de quem perdeu tudo ou quase tudo, sem falar naqueles que tiveram de abandonar as suas casas ameaçadas de ruir. Por outro lado, vi também algumas figuras, ricas por sinal, que só pensam nos próprios umbigos! Apesar das chuvas estarem fazendo o maior estrago, eles não estavam nem aí, só querendo badalar na vida noturna...”

BLACK TOTAL: QUEM TROCA AS LÂMPADAS DOS POSTES?

Essa queixa chegou à reportagem GP em forma de bilhete, colocado na Caixa de Correios da sede do jornal. Confira.

“Queria só saber quem cuida da troca de lâmpadas dos postes de Pará de Minas: a Cemig ou a prefeitura? Lembro-me que, certa vez, li na própria GAZETA que, de uns tempos pra cá, seria o pessoal da prefeitura, mas não sei se continua sendo eles. Mas isso também nem vem ao caso, porque o que eu quero saber mesmo é por que não trocaram, até hoje, duas lâmpadas nos postes que ficam no início da rua Alferes Esteves, Centro? Tem quase dois meses que as suas luzes estão apagadas... Mas tenho que puxar a orelha da reportagem GP também, porque esses postes ficam bem na porta da sede da GAZETA, minha vizinha, por sinal. Será possível que ninguém da Equipe GP viu ou já reclamaram direto e também não foram atendidos, como eu?”

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

A prefeitura, por meio da Ouvidoria Municipal, informa que, conforme registro no sistema, no último dia 19, foi feita a solicitação de troca de duas lâmpadas, próximo ao número 51 da rua Alferes Esteves (...). A solicitação foi atendida e finalizada no último dia 22, quando funcionários realizaram a troca das lâmpadas. A Ouvidoria lembra que, qualquer reclamação sobre serviços públicos de competência do município, pode ser registrada também, por meio do aplicativo oficial da prefeitura. Para baixá-lo, basta procurar por Prefeitura Pará de Minas, em sua loja de aplicativos do Android ou iOS. O cidadão pode ainda entrar em contato pelo (37) 3233-5610 ou pelo whatsApp (37) 9 9979-5428.


Entre outras queixas dos leitores GP leia: Falta d’água com esse tanto de chuva?


Mais da Gazeta