Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Giro Policial

AMACIANTE COMFORT SENDO FALSIFICADO NA CIDADE

A PM foi chamada na rua Araxá, entre as avenidas Mello Cançado e Ovídio de Abreu, mais precisamente na Vila Romualdo Pereira da Silva, pois estava acontecendo ali uma briga entre um casal. Porém, quando os policiais entraram na casa, para localizar o autor, encontraram nos fundos da casa um galpão onde funcionava uma fábrica de amaciantes falsificados. O galpão, de tamanho consideravelmente grande, estava todo equipado com linha de produção e maquinário, pronto para produção, além de diversas caixas, vasilhames, adesivos e embalagens para envasar, todas rotuladas com a marca Comfort. Aí, os militares conversaram com um homem, 56, e sua companheira, 48. Ele disse que era encarregado pela seleção e recrutamento de pessoal para trabalhar na produção. Ainda no galpão, existe um alojamento, onde os militares encontraram outros cinco homens, que disseram ser funcionários da fábrica e alegaram não saber se tratar de uma falsificação. Eles ainda disseram que recebiam cinquenta reais por dia de trabalho, que a empresa funcionava há cerca de 4 meses e seu proprietário é um homem de Nova Serrana/MG. Foi dada voz de prisão aos sete envolvidos, que foram apresentados delegacia de PC. 


Mais da Gazeta