Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias

GRITO POPULAR

COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE (São Luiz) e FRANÇA (rua Direita); * BANCAS: MARIA JOSÉ (em frente à EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

AUMENTO DE QUASE 130%, NO PEDÁGIO

“Gostaria que a GAZETA buscasse com a empresa que administra a BR-262 o porquê do aumento de quase 130% no valor do pedágio entre Pará de Minas e Belo Horizonte. Isso mesmo! Afinal, o valor pago por quem passa por ali de carro passou de R$ 2,80 para R$ 6,40. Espero que eles tenham um bom motivo para argumentar sobre esse valor tão abusivo”

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada, a Triunfo Concebra, empresa que administra esse trecho dessa rodovia, não enviou resposta até o fechamento desta edição. Mas, caso queira, basta entrar em contato com a reportagem GP.

ESTÃO DESTRUINDO O PARQUE ECOLÓGICO?

 “Sou morador da rua Carmo da Mata, no bairro Raquel, e hoje, pela manhã, me deparei com funcionários da prefeitura trabalhando com tratores, retroescavadeiras e caminhões dentro do Parque Ecológico da Serra de Santa Cruz (espaço que fica aos pés do Cristo Redentor). O que eles estavam fazendo ali eu não sei, porque a prefeitura nunca dá uma satisfação para o povo, como deveria fazer. Hoje, já quase não vemos árvores ali e isso me causa muita estranheza, uma vez que em 2019 foi criada uma lei que transformou aquela área em parque ecológico. Porém, não é o que estou vendo. Então, gostaria que a nossa GAZETA buscasse uma reposta sobre o que vem acontecendo por ali”.

NOTA DE REDAÇÃO - Contatada, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, não enviou reposta até o fechamento desta edição. Mas, caso queira, basta entrar em contato com a reportagem GP.

ERRATA - No cabeçalho da 1ª página da edição anterior a esta (GP 1914), onde se lê Ano 38, nº 1913, 15/04/2022, favor ler: ANO 38, Nº 1914, 22/04/2022. Pede-se desculpa.

Entre outras queixas dos leitores GP leia: GP JORNAL AGRADECE AO(À) LEITOR(A) E À PREFEITURA


Mais da Gazeta