Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1930
Pará de Minas 12/08/2022


exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

MAIS UMA VEZ, SEÇÃO GRITO POPULAR MOSTRA SUA FORÇA

exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

OLINDA MARIA STAIN, 81
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Credibilidade e imparcialidade em jornalismo é com a GAZETA!”
GABRIEL JOSÉ BARBOSA PALOTTI, administrador e Garra Profissional 2021 no agronegócio

Notícias

GRITO POPULAR


COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE (São Luiz) e FRANÇA (rua Direita); * BANCAS: MARIA JOSÉ (em frente à EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

“O QUE A PREFEITURA ESTAVA APRONTANDO...?

“Recentemente, enviei uma queixa para o Grito Popular sobre a devastação provocada no Parque Ecológico da Serra de Santa Cruz. Como a GAZETA sempre faz, entrou em contato com a prefeitura, mas eles não enviaram a resposta (GP 1915, sob o título Estão Destruindo Parque Ecológico?). Porém, eu continuo querendo saber: o que a prefeitura estava aprontando naquele parque? Vocês poderiam olhar, de novo, pra mim?”

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, veja o que foi dito.

“A secretaria de obras e infraestrutura informou que, no início deste ano, uma trinca foi identificada em um barranco localizado naquela área. Com isso e após notificação da Defesa Civil, uma intervenção de segurança começou a ser realizada no local, para conter o desmoronamento do barranco, que poderia atingir o leito do ribeirão Paciência e causar problemas maiores. A pasta informou ainda que não houve retirada de nenhuma árvore,” garante a assessoria.


“IMAGINA SE OS GARIS NÃO EXISTISSEM”

“Gostaria de parabenizar a GAZETA pela reportagem publicada sobre o Dia do Gari (GP 1919). Como a própria reportagem disse, esses essenciais trabalhadores muitas das vezes são invisíveis aos olhos dos cidadãos. Mas  o que mais me chamou a atenção foi sobre o fato de Pará de Minas  gerar, em média, 70 toneladas de lixo por dia. Imagina, se os garis deixassem de existir! Portanto, gostaria de dizer que a população deveria dar mais valor a essa classe. Eu, por exemplo, sempre ofereço um copo d’água ou suco para os garis, quando eles passam pela minha rua. Fica aí a minha sugestão para todos!”

NOTA DA REDAÇÃO - A reportagem GP agradece a participação do(a) leitor(a).



Entre outras queixas dos leitores GP leia: PACIENTES COM COVID ESTÃO MESMO SEM LEITOS?


Mais da Gazeta