Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Eventos GP

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu, desta vez, sobre a DESIGUALDADE SOCIAL

O GP Jornal realizou, no último dia 30, o 238° Grande Papo, em horário especial – das 15H30 às 16H30, cujo tema escolhido pelos próprios alunos da EE Padre Libério foi a Desigualdade Social. Dessa vez, os debatedores convidados foram o secretário de assistência e desenvolvimento social, Flávio Medina, e a professora de história Nilsa Simão. Durante o debate o artista plástico Michel Salazar criou uma tela que foi doada para a escola. Após o debate, foi realizado o sempre esperado Ganha Prêmio, com sorteio de brindes da COGRAN, PLENA ALIMENTOS e um livro do escritor JOÃO MARTINS FERREIRA E MELLO NETO. Em seguida, todos foram convidados pela nova diretora da escola, Claudine de Oliveira Santos, para um farto e delicioso lanche. Tudo feito na própria escola. A reportagem GP conversou com os debatedores e o artista plástico. Confira.

CURSOS GRATUITOS - “Estamos preparados para atender a população de Pará de Minas, com todos os benefícios já existentes e os que poderão a surgir, sejam eles do governo federal, estadual ou municipal. Estamos atentos, também, a todas as necessidades da população. Além disso, temos vários projetos profissionalizantes que visam diminuir a desigualdade social e entre eles posso citar as aulas de informática e de corte e costura oferecidas aqui do lado, na escola Dona Cotinha. E em breve, eles também que serão ofertados no bairro Recanto da Lagoa, por meio da Abev - Associação Bela Vista. Essa é a 1ª vez que participo do Grande Papo e achei excelente! Precisamos de mais eventos como esse na cidade. Parabenizo ao Bié e à toda a equipe GP e me coloco à disposição, sempre que precisar,” agradece Flávio Medina. 

VELHA DESIGUALDADE - “Podemos dizer que a desigualdade social no Brasil começou no dia em que os portugueses colocaram os pés nesta terra. Desde o processo de colonização até os dias de hoje, percebemos que a desigualdade social está presente, mas acredito que essa desigualdade foi construída e podemos destruí-la. Essa é a 1ª vez que participo do Grande Papo e foi um prazer imenso, pois gostei muito mesmo! Foi interessante levar informações tão pertinentes para estes jovens e também de estar em contato com a população. O Grande Papo é, na verdade, um grande trabalho feito pela GAZETA, em prol da comunidade,” avalia a professora Nilsa Simão.

MACUNAÍMA - “Quando me convidaram e passaram o tema do Grande Papo, quis elaborar o Macunaíma, que é um personagem do Mário de Andrade, pois ele faz a mistura das etnias negra, branca e indígena. Nunca havia participado do Grande Papo e achei muito bacana, porque foi abordado um tema super em alta, para se discutir com os alunos. A GAZETA está, realmente, de parabéns,” diz o artista plástico Michel Salazar.

FRASES QUE MARCARAM - * “A diferença entre a colonização dos Estados Unidos e do Brasil é que no 1º, os colonizadores queriam criar uma nova Inglaterra, e no 2º, os portugueses só queriam mesmo explorar as nossas riquezas.” * “O maior defeito de um ser humano é a preguiça!” * “O índio brasileiro não era preguiçoso. Isso foi apenas uma estratégia usada pelos portugueses, para entrar no tráfico de escravos africanos, porque era um bom negócio.” * “Não foi Deus quem criou a desigualdade social...” * “Em Pará de Minas, há em torno de dez abusos sexuais por mês e eles, infelizmente, acontecem dentro dos próprios lares.” * “As duas maiores riquezas da vida são a saúde e o conhecimento, porque elas nos levam ao poder e à liberdade.”

* Agora, o Grande Papo entra de férias, mas voltará no dia 25 de agosto, quinta-feira, com a sua 239ª edição, em seu horário tradicional, das 19H30 às 20H30. Até lá!


A mesa debatedora desse evento GP: o jornalista Bié Barbosa, o secretário de assistência e desenvolvimento social, Flávio Medina, a professora de história Nilsa Simão e o artista plástico Michel Salazar




Na plateia, a inesperada presença da diretora do Cesec Dona Afonsina, Idalila Sousa que, certa hora, manifestou a sua opinião
Durante o debate, o artista plástico Michel Salazar criou uma tela, que foi entregue à diretora da escola, Claudine de Oliveira Santos
A atenta e silenciosa plateia participou, ativamente, com inteligentes perguntas
Saboroso e farto lanche servido, após o evento

Mais da Gazeta