Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação: Francisco Gabriel
Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade, desde 84
ANO 40
Nº 2020
16/05/2024


Eventos GP
Eventos GP

O MAIS TRADICIONAL EVENTO CULTURAL DA CIDADE DEBATEU SOBRE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL - 25/08/2023

O GP Jornal realizou, no último dia 31, na Escola Estadual Ângela Maria, o 246º Grande Papo, cujo tema escolhido pelos alunos e professores foi a I A - Inteligência Artificial, que é um avanço tecnológico, que permite que sistemas simulem uma inteligência similar à humana, indo além da programação de ordens específicas, para tomar decisões de forma autônoma, baseadas em padrões de enormes bancos de dados. A I A, hoje em dia, tem sido aplicada em diversas setores do mercado de trabalho, como telefonia, cirurgias, redes sociais, engenharia, etc..

ZEBRA - Na abertura do evento, houve um problema com o sistema de som, que acabou reduzindo a ótima apresentação do músico Henrique Vilela em apenas uma música. O diretor da escola, Ícaro Paulo da Silva Soares, porém, informou que aquela foi a última vez que o velho som foi usado, já que a escola já adquiriu uma nova aparelhagem de som.

DEBATE – Houve uma grande carga informativa neste Grande Papo, já que o evento abordou diversas variáveis, desde coisas ligadas ao dia a dia até as informações mais profundas. A plateia manteve suas atenções voltadas aos debatedores, Reinaldo Galvão, gestor de T I - Tecnologia da Informação, e Maurício Antônio Júnior, professor de T I, ambos da Fapam, lotando a mesa diretora com perguntas bem interesantes.

Antes de começar a falar, Reinaldo Galvão deixou claro que tecnicamente, a I A não é inteligente, já que ela apenas simula a inteligência. Disse mais, quando questionado sobre os robôs subnstituirem a mão de obra humana: Existem 3 leis sobre a I A: 1ª) Robô não pode machucar o humano; 2ª) Robô tem de se cuidar. E 3ª) A 2ª lei não pode sobrepor a 1ª. 

Resumindo, esse debate foi, realmente, enriquecedor. No mínimo, as aproximadas cento e cinquenta pessoas da plateia saíram dali com informações preciosas. Após a finalização do debate, a reportagem GP entrevistou os palestrantes e o cantor. Confira.

EXTRACURRICULAR - “Eu acho muito importante a realização do Grande Papo, principalmente nesse formato, junto aos estudantes, que têm muita informação, hoje em dia, mas, talvez, não tem tanto contato com especialistas, com uma vivência mais próxima da realidade. Parabéns a todos vocês, da GAZETA! Espero que vocês continuem abordando temas tão atuais e importantes para a nossa juventude. No mais, fiquei muito feliz com o convite! Conheço o Bié de quem sou amigo, de longa data. Sempre que precisarem podem nos chamar. Os professores da Fapam estão sempre disponíveis para esse tipo de evento,” agradece o gestor de T I, Reinaldo Galvão.

BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS - “O Grande Papo é sensacional e contribui muito com a comunidade pará-minense. Hoje, nós tivemos a oportunidade de ter turmas do ensino superior e do técnico também, discutindo sobre um assunto sensacional, a I A, com perguntas muito bem elaboradas e profundas sobre o tema. Acho fundamental ter esse tipo de evento com a cidade e este Grande Papo foi muito interessante, pois as pessoas estão preocupadas com os benefícios e malefícios da I A, sua aplicabilidade no dia a dia das empresas, no ensino superior, no ensino médio, nos postos de trabalho e se vai tomar ou não o emprego de alguém. Deu pra pra gente trabalhar muitas ideias aqui,”  avalia o gestor de T I/o professor de TI, Maurício Antônio Júnior.

GRANDE FERRAMENTA - “Este Grande Papo abordou um assunto bem atual, a I A, algo que vem a somar bastante à nossa vida, o nosso cotidiano, em geral. Como foi falado no debate, a I A é uma grande ferramenta, para nos auxiliar no dia a dia, em diversas áreas,” sintetiza o músico Henrique Vilela.

GANHA PRÊMIO - Após o debate, foram sorteados por meio das perguntas enviadas, por escrito, pela interessada plateia, os ótimos presentes enviados pelas seguintes empresas, parceiras GP:


O criador do evento, aqui como intermediador, jornalista Bié Barbosa, os debatedores, Maurício Antônio Jr. e Reinaldo Galvão, e o cantor, Henrique Vilela 




Mais da Gazeta

Colunistas