Selo GP - Rodrigo Roreli
Fundação: Francisco Gabriel
Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade, desde 84
ANO 40
Nº 2020
16/05/2024


Notícias Variadas
Notícias Variadas

PROGRAMA SOCIAL BRINDA ANIVERSÁRIO DE EMPRESA - 18/04/2024

A reportagem GP participou, recentemente, de uma entrevista coletiva, na porta do Cras, na rua Alferes Esteves, pertinho deste GP Jornal, onde foi falado sobre um importante projeto social chamado Trato Óleo. Mas afinal do que trata este programa. Para saber, veja o que disse, primeiramente, Márcia Freiberg, gerente da Águas de Pará de Minas.

“O Trata Óleo é um programa social de extrema importância de conscientização ambiental, onde a gente visa discutir o descarte certo do óleo de cozinha, para não ser descartado na rede coletora de esgoto. Para tanto, a gente tem esse programa de troca, onde a cada 4L de óleo usado, a pessoa ganha 1L de óleo novo. Ganha com isso, tanto as pessoas que participam do programa, quanto o meio ambiente. É uma questão de saúde também. Sabe aquele óleo que vai esfriando na panela e vai ficando esbranquiçado e endurecido? O mesmo acontece na rede coletora de esgoto, onde ele vai grudando na parede da tubulação e vai reduzindo a passagem, obstruindo a rede coletora de esgoto, causando transtornos como extravasamento na rua, calçada e até dentro dos imóveis. Hoje, a gente já tem cinco locais para realizar essa troca de óleo usado: o Cras e algumas escolas. Para fazer a coleta, tem de esperar o óleo esfriar, para depois armazenar, podendo ser numa garrafa pet ou em alguma outra embalagem, que tenha uma tampa. Felizmente, já estamos chegando a quase dez mil litros de óleo usado coletados. Óleo esse que deixou de ser descartado, incorretamente, no ralo da pia da cozinha e deixou de prejudicar a rede coletora de esgoto e, obviamente, o meio ambiente. Como a Águas de Pará de Minas tem uma parceria com a empresa Flocs, responsável por reutilizar esse óleo usado, como matéria-prima para a fabricação de outros produtos,” explica Márcia.

MAIS UM BENEFÍCIO - Na oportunidade, Flávio Medina, secretário de assistência e desenvolvimento social também falou com a reportagem GP. Confira.

“O Cras - Centro de Referência da Assistência Social é a porta de entrada, para receber todo e qualquer benefício, como esse, junto à população. O horário de funcionamento é das 7 às 16H, onde as pessoas terão todas as informações necessárias, na hora de trazer o óleo velho e levar o, novo,” acrescenta Flávio.

9 ANOS - Por falar em Águas de Pará de Minas, ela completou 9 anos de saneamento básico, em Pará de Minas. Depois de todo um trabalho, fartamente divulgado por este GP Jornal, as melhorias no sistema de tratamento de esgoto continuam sempre buscando contribuir com o desenvolvimento sustentável de Pará de Minas. Fora isso, desde o início da concessão, a empresa trabalhou para ampliar o serviço de tratamento de esgoto na área rural de Pará de Minas, tendo hoje oito estações de tratamento operando. E em breve, uma nova ETE - Estação de Tratamento de Esgoto será inaugurada, desta vez em Meireles. Vale lembrar que hoje Pará de Minas é referência no Brasil, com o índice de perda de água de 16,1%, número muito abaixo da média nacional.


Márcia Freiberg, gerente da Águas de Pará de Minas: “A gente tem esse programa de troca, onde a cada 4L de óleo usado, a pessoa ganha 1L de óleo novo”

Mais da Gazeta

Colunistas