Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1919
Pará de Minas 27/05/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

INFLUENCIADOR DIGITAL VAI MUITO ALÉM DO SEU BORDÃO SEXTOOOU BB

exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

MARIA DE JESUS CORNÉLIO, 85

exclusivo

enquete gp

TATUAGENS: A FAVOR OU CONTRA?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA é tradicional em informar sempre com qualidade.”
LÍVIA VIEIRA GUIMARÃES ALMEIDA, bancária.

Notícias

FEIJOADA NO GRÃO PARÁ, NESTE DOMINGO

Será realizado neste domingo, dia 16, das 11H às 14H, no salão da associação do bairro Grão Pará, uma feijoada beneficente para arrecadar dinheiro em prol da associação. Para saber mais sobre esse assunto, a reportagem GP conversou com a vice presidente da associação do bairro Grão Pará, Kênia Aline. Veja. 

“No dia 16 de julho, estaremos realizando uma feijoada em prol da associação para estar arrecadando fundos para colocar a associação em dia com as dívidas. Estamos convidando todos os moradores da região a participarem da gente, e gostaria de pedir ao comércio, aos empresários, todas as pessoas que puderem estar doando alguns donativos para estarmos promovendo essa feijoada. Será no salão da associação, atrás do posto de saúde, rua Paulo Bráz de Menezes, n° 8, terá um show ao vivo com a banda Roda de Amigos e também terá um show de prêmios na hora. O valor do ingresso é R$12,00, não precisa levar vasilhame, quem não quiser ficar pode levar para casa, pois estaremos fornecendo marmitex, e também estamos vendendo uma rifa no valor de R$ 2,00 e o prêmio é um cheque de R$ 150,00”, fala Kênia. 

A DIVIDA É GRANDE? – “Está num valor razoável, esteve mais alto, pois o salão foi denunciado por uma pessoa do bairro e a gente teve que normalizar tudo com o corpo de bombeiros, então com o corpo de bombeiros foram gastos mais de oito mil, pois tivemos que chamar um arquiteto, um engenheiro, tem as dividas do imposto que os outros presidentes não pagaram desde 2003, então são várias gastos e a gente não consegue nada de graça. Estamos colocando tudo em dia, alavancando, pra gente estar podendo, no ano que vem, se o prefeito conseguir a verba de subvenção, para gente estar recebendo para manter a associação e estando em dia, queremos criar projetos para auxiliar a população do bairro.”

MAIS ALGUMA COISA? – “A associação é muito fundamental para as pessoas carentes do bairro, e a população tem que participar. Quem quiser ajudar a associação pode entrar em contato com os membros da associação ou comigo pelo 9 9936-8365 ou 3236-1885.”

Mais da Gazeta