Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias

O que está acontecendo na Unicor?

No dia 20 de dezembro, houve uma coletiva de imprensa, quando o diretor da Unincor, Alexandre Barbosa de Freitas, fez o comunicado de que os alunos dos cursos de ciências contábeis, pedagogia e enfermagem seriam transferidos para a Fapam, pois a Unincor resolveu acabar com esses cursos em seu campus de Pará de Minas. Para saber mais sobre esse assunto, a reportagem GP conversou com o diretor Alexandre que explicou o que realmente aconteceu. Veja.

“A Unincor fez um estudo de mercado e, após, definiu por cessar três cursos que são fornecidos aqui em Pará de Minas: ciências contábeis, pedagogia e enfermagem. Eles estão sendo transferidos para a Fapam, em função de Pará de Minas estar muito próxima a Belo Horizonte e Betim, onde temos também campus. A Unincor não está abandonando a cidade. Trata-se somente de uma reestruturação. O campus local permanecerá com o curso de radiologia, com o Uaitec. A partir de janeiro, estaremos avaliando a questão da regionalização. No mais, entramos em recesso em 20 de dezembro e retornaremos no dia 2 de janeiro e, a princípio, não teremos vestibulares para o próximo semestre,” explica Alexandre.

CENTO E TRINTA ALUNOS - A reportagem GP conversou também com o coordenador da Unincor, Pedro Carlos Ferreira Santos. Acompanhe.

“Desde que a direção tomou essa decisão, nós procuramos a direção da Fapam, através de seu diretor, Ruperto, para fazermos uma transferência assistida desses alunos, para gerar o menor estresse possível. Portanto, essa transferência não é compulsória. Nós oferecemos condições para os alunos que queiram se transferir para a Fapam, que colocou algumas condições e possibilidades para eles. Caso eles não queiram, poderão escolher outra instituição. Estão sendo transferidos cerca de cento e trinta alunos. Estamos avaliando também uma possível transferência dos alunos do curso de educação física para uma instituição que nós procuraremos, após o recesso,” adianta Pedro.

E A FAPAM? - O diretor da Fapam, Ruperto Vegas contou para a reportagem GP como a Fapam está recebendo esses alunos que estão vindo da Unincor. Veja.

“Recebemos com alegria essa oportunidade que estamos tendo. Antes, houve um diálogo intenso para compreendermos a matriz curricular da Unincor, para tentarmos gerar sinergia. Estamos encontrando soluções de adequação para que os alunos possam se encaixar na nossa matriz, o mais próximo possível daquilo que ele previa. Todo o acordo que foi preciso fazer a gente fez, para preservar, ao máximo, as condições dos alunos,” conta Ruperto.

Mais da Gazeta