Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias

REVITALIZAÇÃO LOCAL DO RIO SÃO FRANCISCO
No dia 14 de junho, foi realizada a entrega das obras do projeto de revitalização de sub-bacias hidrográficas do rio São Francisco, em Pará de Minas. Foram feitas várias ações de proteção de nascentes, áreas de matas ciliares e topos de morro, que consistem na adequação ambiental de estradas vicinais e a construção de barragenzinhas para captação de águas de chuva. Esse trabalho que já foi desenvolvido em cento e cinco municípios na área mineira da bacia, envolvendo recursos de aproximadamente vinte milhões de reais. A reportagem GP conversou com o superintendente da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Rodrigo Carvalho Fernandes, que deu mais detalhes. Veja. “Especificamente, em Pará de Minas nós entregamos quase duzentos mil reais em ações de conservação de solo e não há uma diferenciação. Tudo que a gente faz para conservar o solo vai resultar diretamente em maior quantidade e qualidade de água. Aqui, a gente fez três entregas, que são: * as barragenzinhas; * as bacias de capacitação; * e os terraceamentos. Todos eles têm essas diretrizes, para que as águas da chuva infiltrem lentamente, para não ocasionar processo erosivo e consigamos abastecer nosso lençol freático, minimizando possíveis problemas dos recursos hídricos, como assoreamentos, sedimentos, etc.. Além disso, tivemos uma grande entrega aqui, que talvez seja uma das melhores que temos do Velho Chico, que são a proteção das nascentes, matas ciliares, construção de barragenzinhas, terraços e adequação de estradas, o que transcende a parte ambiental,” ressalta Rodrigo.

Mais da Gazeta